As 22 melhores coisas para se fazer em Florença

Novembro 6, 2014 · by Isabel Alves · in Itália.

Izzie's Travel, parceira do malaparadois


Mesmo quem nunca esteve em Florença, na Toscana, já adora esta cidade renascentista. Talvez seja os tons terra da cidade, as vistas dos miradouros, a arquitectura renascentista, os inúmeros jardins ou a emblemática Ponte Vecchio que nos apaixona à primeira vista, mas tudo isto é só o que sabemos de antemão. Então e aquilo que ninguém nos diz? Florença é muito mais do que os seus museus e, pela minha experiência em Florença durante quatro meses, estas são as minhas sugestões.


1. Aproveitar o final da tarde na Ponte Vecchio e assistir a música ao vivo Esta foi um dos melhores finais de tarde em Florença. Após passearmos pela cidade e, inevitavelmente, quase todos os caminhos vão dar à Ponte Vecchio, surpreendemos-nos com um grupo de músicos de guitarras na mãos. Sentámos-nos e apreciámos o concerto enquanto o sol ia desaparecendo. É bastante comum estes pequenos espectáculos de música ao vivo. Há-los por toda a cidade, mas ao pôr-do-sol, na Ponte Vecchio, sabe melhor.


2. Comprar uma pizza, uma coca-cola e comer na piazza di Santo Spirito Logo no início do meu Erasmus, conheci a Larissa. Ambas tínhamos as mesmas aulas, duas horas de almoço e, em Março, os dias de sol quentes são poucos, então aproveitávamos ao máximo o nosso tempo. De bicicleta atravessávamos a ponte, passando pelo Palazzo Pitti, estacionávamos as bicicletas, comprávamos uma pizza no Gusta Pizza (são óptimas!), uma coca-cola e sentávamos-nos nas escadas da piazza di Santo Spirito a comer. De barriga cheia, deitávamos-nos a apanhar sol e a conversar. Esta praça é muito frequentada por jovens locais que fazem o mesmo que fazíamos. Da parte da manhã há sempre um mercado de frutas e legumes, e há especialmente uma barraca que vende queijos super deliciosos! Ainda na mesma praça, o Gusto Panino faz sandes óptimas!


Izzie's Travel

3. Comer um panino na Amorino As opiniões diferem, mas este era o meu sítio preferido para comer uma sandes. Para além de estar bastante central, na rua que sai da Piazza Annunziata e vai dar à Piazza Duomo, os donos do espaço são super simpáticos e ficava sempre de conversa com eles! Eles dispõem os ingredientes na bancada para os mais criativos escolherem e, nas primeiras vezes, as vinte combinações de sabores enchem-nos de água na boca. Por cinco euros (água ou coca-cola e um panino de quatro euros) comia-se bem. Os preços dos panini estão entre os três e os quatro euros e meio. E para quem gosta de bom vinho, o meu pai, que é especialista em vinhos, adorou o vinho e adorou o preço também!


Izzie's Travel

4. Festejar na Notte Bianca A Notte Bianca é noite de festa em Florença, a noite que antecede o Dia do Trabalhador. É nesta noite que certos museus ficam abertos até às quatro e meia da manhã, com entrada gratuita! Para além disso, todos os estabelecimentos estão abertos até bastante tarde e na Piazza della Signoria há um espectáculo de luzes e concertos. Toda a gente sai à rua nesta noite e bebe, deixando a cidade ! O ambiente é tão inebriante e todos estão felizes, mas é provável que no dia seguinte ninguém se levante antes das duas da tarde.


Izzie's Travel

Graças à Carol, que tirou esta foto


5. Jantar no Mercato Centrale Para quem já esteve no Mercado de São Miguel em Madrid, é o que mais se assemelha ao Mercato Centrale. No R/C vendem-se várias coisas, de frutas a queijos, e no primeiro andar pode-se almoçar ou jantar. Infelizmente descobri este mercado já nas minhas últimas semanas, mas cheguei a lá ir duas vezes. A restauração está dividida por categorias, isto é, à entrada estão os grelhados e os enchidos, na loja seguinte estão os produtos biológicos e vegetarianos, e espalhados pelo espaço está a pizzeria, a pasta, e está a loja com a melhor mozarella que já comi. Acreditem, é a melhor de Florença. O espaço é renovado, moderno mas também bastante tradicional. Não é muito barato no orçamento de um estudante, mas vale a pena!


6. Ver o pôr-do-sol ou o amanhecer na Piazza Michelangelo A Piazza Michelangelo dá-nos a melhor vista de Florença. De longe, o Duomo e oPalazzo Vechio, e de mais perto, a Basilica di Santa Croce, e as várias pontes ao longo do Arno. A vista é lindíssima. Um pouco mais acima da Piazza, está também a igreja de San Miniato (Florença está cheia de igrejas).


Izzie's Travel

7. Comprar pashminas no Mercato di S.Lorenzo Para os que adoram souvenirs e produtos florentinos, este é o melhor sítio. Este mercado fica junto ao Mercato Centrale, cheio de barracas com souvenirs, artesanato florentino e com pashminas. Comprá-las em Florença é mais comum do que se pensa porque há em todo o lado e são lindas. Comprei a minha a primeira vez que fui a Florença e paguei um preço menos justo do que conseguiria se tivesse comprado neste mercado.


8. Comer uma margheritta no O’Vesuvio

Em Florença, sê napolitano! Claro que não é assim o ditado, mas aplica-se neste caso. Considero-me especialista em pizza porque já comi a autêntica margheritta em Nápoles e sei reconhecê-las à primeira garfada. Aqui, nesta pizzeria recatada no centro, comi uma margheritta quase tão autêntica como as de Nápoles. Conheci este lugar no dia seguinte quando cheguei a Florença, a funcionária de uma loja aconselhou-me. Fui lá tantas vezes que o staff já me conhecia.


Izzie's Travel

10. Começar uma noitada com um Aperitivo Conhecemos este conceito em Portugal como “buffet”, pagamos um valor e servirmos-nos das quantidades que quisermos. Em Itália, o Aperitivo é super comum e nós, Erasmus, adorávamos. Entre cinco a dez euros, podemos servirmos-nos do que quisermos, com direito a um cocktail, vinho, água ou sumo. Conhecem Aperol? Eu detesto, mas é com o Aperol que fazem o famoso cocktail Spritz, bem típico em Itália. Começar a noite assim e depois ir para as escadas de Santa Croce conversar com garrafas de vinho e Ästi ao lado, há melhor?


11. Subir até Fiesole de bicicleta

Esta é para atléticos. Fiesole fica a seis quilómetros de Florença, no topo de uma colina, e a vista é fantástica! Vê-se toda a cidade!! É fácil apanhar o autocarro, mas subir a colina até chegar ao topo, nomeadamente ao Monasterio di San Francesco? Esta desafia…


12. Ir ao Giardino delle Rose Não fica muito longe da Piazza Michelangelo e este jardim é tão encantador como o nome sugere.


13. Assistir ao “Scoppio del Carro” na Piazza Duomo Esta é uma tradição que começou em 1622 e conta a história de um rapaz florentino chamado Pazzino. Na manhã de Páscoa, esta carruagem desfila em procissão pelas ruas de Florença até chegar à Piazza Del Duomo, entre a Catedral Santa Maria del Fiore e o Batistério. A praça enche-se de gente e assistir à “explosão” da carruagem. O arcebispo acende um foguete em forma de uma pomba – a Colombina -, que percorre um fio condutor até à carruagem e assim começa um espectáculo de fogo de artifício! É imperdível, garanto.


14. Comprar bilhetes online para entrar nos museus

Ah-ah!! Através desta técnica, já não há necessidade de esperar cerca de uma a duas horas na fila nas Galleria degli Uffizi e na Galleria dell’Academia, entre outros. Estes museus valem mesmo a pena, apesar de a Galleria dell’Academia centrar-se na escultura do David. As Galleria degli Uffizi são o meu museu favorito em Florença e, se gostam muito de arte, não basta apenas uma hora para visitar.


Izzie's Travel

15. Ouvir ao vivo o Andrea Bocelli a cantar na Ponte Vecchio Aconteceu sim, na minha última noite em Florença. Não cheguei a vê-lo, mas conseguimos ouvi-lo. Esta era uma noite especial em Florença, que teve direito a um desfilo no rio Arno e ao encerramento com fogos de artifício. Despedir-me de Florença não foi fácil, nem consegui despedir-me como gostaria, mas é porque sei que hei-de voltar. Florença é mágica e esta noite reflectiu-o.


16. Aproveitar o sol na praia urbana de Florença Ao longo do rio Arno podemos desfrutar do sol numa praia urbana e beber uma cerveja no bar da praia e nos dias de sol torna-se difícil encontrar uma espreguiçadeira livre. Passei bons momentos na praia. Um deles foi quando começaram os jogos do Mundial, de noite, Itália jogava e vencia contra os Estados Unidos. Outro momento foi um final de tarde a repousar depois de uma longa caminhada até à Fortezza di Basso.


17. Comer gelados, seja verão ou inverno, seja dia ou noite Em Florença existem muito boas gelatarias. As minhas três preferidas são a Grom, Badiani e Gellateria della Passera. Os meus amigos gostavam também muito da Gellateria Carraia, mesmo à saída/entrada da Ponte alla Carraia.


Izzie's Travel

18. Caminhar, caminhar e caminhar Florença é uma cidade pequena, durante um dia a andar consegue-se percorrê-la toda, e é assim que se conhece bem a cidade. Esqueçam os hop off, hop on bus, porque as ruelas que limitam a Piazza Della Signoria, a Piazza Del Duomo e a zona de Santo Spirito, por exemplo, não têm espaço suficiente para os mesmos (e ainda bem!). A caminhar fui conhecendo pequenos negócios, pequenas igrejas e vendo novos costumes. Alugar uma bicicleta também pode ser uma boa opção!


19. Beber um shot feito à medida no Eby’s bar Não pode haver uma noitada sem o fantástico shot do Eby (se é mesmo este o nome dele), que, nem mais nem menos, é uma cópia do Einstein. Ele é super criativo e shots não são apenas shots, mas criações irreverentes de alcóol e comida juntas (ele não se esquece da nutella também). Enquanto se bebe shots ao balcão, ele constantemente grita “VAI VAI VAI” (algo como, bora, bora, bora!). Os shots são óptimos! O ambiente é super descontraído e divertido, frequentado por locais e muitos estudantes Erasmus. A não perder!


20. Erasmus Bótellon É uma reunião mais específica para alunos Erasmus, mas se é o teu caso, então vais ter a oportunidade de o fazer. O nosso bótellon tinha lugar na Piazza Santa Maria Novella, a caminho da discoteca mais aclamada, a Space. É nestas reuniões que conheces pessoas, desenvolves amizades e te divertes. Imagina mais de vinte pessoas com um copo de vinho na mão e tão entusiasmados como tu. Só promete, não é?


Izzie's Travel

21. Subir até ao topo do Duomo Nada melhor para queimar as calorias dos gelados que já comeste. Subir e descer um total de 840 escadas requer algum esforço físico, mas garanto que parece pior do que é (não sei se foi porque subi em Abril e não estava muito quente ainda). A mais de metade da escalada, chega-se à cúpula, onde estão os frescos de Brunelleschi e ninguém que vá a Florença deve perder isto. Os detalhes, a composição e a grandiosidade destacam-se de qualquer outro fresco. Já no topo, a vista de 360º da cidade compensa todo o esforço. Percebes que Florença é mesmo linda.

Vista da cidade das escadas do Duomo


Izzie's Travel

22. A última dica… dedica a Florença pelo menos três dias e aproveita! Florença é imperdível, fantástica. É a cidade perfeita para uma escapadela. Nem é demasiado grande, nem demasiado pequena. Património da UNESCO. Não deixes de visitar museus e monumentos, mas não te esqueças também de caminhar pelas ruas sem pressas. Alguns pontos e museus que considero importantes: a Piazza del Duomo, a Piazza della Signoria e o Palazzo Vecchio, as Galleria Uffizi, a Galleria dell’Academia, a Basilica di Santa Croce, a Chiesa di Santa Maria Novella, o Pallazo Pitti e os jardins Boboli, a zona de San Lorenzo, a Casa Museu di Dante, Basilica di Santa Maria di Santo Spirito e a Officina Profumo Farmaceutica di Santa Maria Novella (uma perfumaria antiga, ainda funcional, e transformada em “museu”).


Izzie's Travel

Esta é a Florença que me deu as memórias que hoje tenho. Não há cidade que conheça tão bem como esta e todos merecem saber e aproveitar o que há de melhor em Florença. Aconselho um livro sobre Florença (não, não é o Inferno, do Dan Brown) que conta o que nunca ninguém nos contou sobre Florença e intitula-se “101 storie su Firenze che non ti hanno mai raccontato“. Não é uma colecção exclusiva de Florença, pois também encontrei este livro quando estive em Camerino, na Marche.

E tu, que outras actividades sugeres?


Acesse: Izzie's Travel

Entre em contato: dovestamiavaligia@gmail.com


  • Wix Facebook page
  • Facebook-Icon.png
  • Google+ Preto Redonda
  • Wix Twitter page
  • Facebook Orange Gumdrop
  • YouTube App Icon
  • Instagram App Icon
  • Pinterest App Icon
  • Google+ App Icon
  • Vimeo App Icon
  • Flickr App Icon
  • Tumblr App Ícone
  • Catraca Livre.png
  • WhatsApp.jpg