Terms of Use & Privacy Policy

  • Wix Facebook page
  • Facebook-Icon.png
  • Google+ Preto Redonda
  • Wix Twitter page
  • Facebook Orange Gumdrop
  • YouTube App Icon
  • Instagram App Icon
  • Pinterest App Icon
  • Google+ App Icon
  • Vimeo App Icon
  • Flickr App Icon
  • Tumblr App Ícone
  • Catraca Livre.png
  • WhatsApp.jpg

Nesta Seção Você é o 

Visitante Nº

Malaparadois – Dicas de Viagens & Lifestyle em um único site!

Sardenha

A Parceira do Malaparadois, Ana Patrícia, Rondoniense, vivendo na Itália há 11 anos; formada em Turismo pela Universidade da Calábria e em Biblioteconomia pela Universidade Estadual de Londrina(UEL),  fundadora do Touristico - Consultoria Turística Itália Brasil, com um mestrado em turismo cultural, além de ser a única guia de turismo em língua portuguesa na Calábria. Acredita que não existe sonho impossível, basta muita coragem e disciplina. Ana Patrícia amo viajar, conhecer novas culturas e escrever para o blog Viajando para Itália!

Itinerário de sete dias na Sardenha - " On the Road" as muitas faces da ilha

“A Sardenha não precisa de introdução, mas existem diferentes maneiras de visitá-la. É uma ilha incrivelmente rica e variada, e essa rota "em sete dias na estrada", nos leva a descobrir muitos aspectos. A Sardenha é uma ilha italiana, que atrai milhões de turistas todos os anos, de todo o mundo, graças à sua eslumbrante paisagem de montanhas e praias idílicas.
Ana Patrícia.

 

Esta região não tem apenas grandes iates, lojas de luxo e festas elegantes, não é só a Costa Smeralda, é muito mais, é a cultura de um povo que se respira no ar.

Mas poucos sabem da existência de rotas especicas para automoveis, que permitem viver um tipo diferente de férias, viajando pelo comprimento e a largura desta bela ilha, para descobrir lugares bonitos.


Esta rota, ao mesmo tempo concentrada e intensa, é projetada para que você desfrute, em sete dias, tanto da Sardenha mais conhecida pelas rotas turísticas, como a que não tanto, pois está mais à margem.

malaparadois | Dicas de Viagens & Lifestyle em um único site!
malaparadois | Dicas de Viagens & Lifestyle em um único site!

Então, por que não fazê-la em seu carro? 
Antes de organizar a viagem, temos que considerar que a Sardenha é desprovida de rodovias. A rede viária é composta exclusivamente por vias expressas que podem atingir os principais locais da ilha. A estrada principal é a SS 131 Carlo Felice, que liga Cagliari a Sassari e Porto Torres; uma estrada secundaria pela qual voce pode facilmente chegar até Olbia. Assim por estes caminhos poderemos atravessar a ilha de norte a sul, encontrando lugares espetaculares em nosso caminho. Em rota curta: Olbia, Porto Cervo, Palau, S. Maria Teresa di Gallura, Arcipelago della Maddalena, Castelsardo, Stintino, Capo Caccia, Alghero Bosa, S'Archittu, Penisola del Sinis , Orgosolo, Orosei, Olbia. Estamos prontos para esta viagem? Começamos por alugar um carro no aeroporto, que no nosso caso será em Olbia e, desde ali começar o nosso passeio!

Primeiro dia (chegada ao aeroporto de Olbia elocação de veículos)

 

O primeiro dia será dedicado basicamente a chegar aoaeroporto e alugar um automóvel. Para relaxar daviagem, eu recomendo uma parada em uma dasinúmeras praias que rodeiam esta cidade, uma pausapara o almoço, bem-merecido, em algum restaurantetípico de Olbia e depois uma visita a esta pequenacidade em geral.Buscamos acomodação em um B & B, jantamos e, emseguida, a descansar muito para no dia seguinteestarmos revigorados e descontraídos.

Segundo Dia (Costa Smeralda, Porto Cervo, Palau, Santa Maria Teresa di Gallura )


Logo cedo, e depois de um bom café da manhã, nos dirigimos ao norte para Porto Cervo, e o que se abre diante dos nossos olhos, depois de deixar Olbia, é incrível. As paisagens são mágicas, o mar azul e o verde da mata mediterrânea revelam-se diante dos nossos olhos, uma curva atrás da outra. Deixe-se levar ao longo dos vários caminhos estreitos que levam desde a estrada principal ao mar, para desfrutar da costa, que só antecipa o que esta terra vai oferecer. Uma vez que você provou o mar e o sol da Sardenha e se sente revigorado, talvez com um bom
sanduíche, dedique um momento a Porto Cervo, o verdadeiro centro da Costa Smeralda. Capital indiscutível da Costa Esmeralda, nascida da genialidade e inspiração do príncipe Aga Khan, seu porto é um dos maiores e mais bem equipados da região do Mediterrâneo, e abriga o famoso Costa Smeralda Yacht
Club organizador de importantes regatas. No verão, Porto Cervo é um desle extraordinário de barcos, iates e celebridades. Cada dia é uma sucessão contínua de compromissos com o jet-set internacional, eventos esportivos, festas, ou jogos no Pevero Golf Club. Passado Porto Cervo, seguimos ao longo da costa, entre o Mediterrâneo e as rochas brancas típicas desta região, que nos levará a Palau. Desde aqui continuamos dando a volta em Capo Orso: uma formação
de granito majestosa que, devido aos agentes atmosféricos, tomou uma forma que se assemelha de fato a um urso. A subida a este promontório tem um panorama de tirar o fôlego e uma vez chegando ali, no “urso", vamos nos encontrar na frente da que, segundo muitos, é considerada uma das mais belas vistas do Mediterrâneo. Neste ponto, eu sugiro que você passe a noite em algum dos muitos estabelecimentos da região, mas não se afaste de Palau, porque o objetivo do terceiro dia será o Arquipélago de La Maddalena. É precisamente desde Palau que saem barcos que nos levarão em direção a estes lugares maravilhosos. Uma vez resolvido o tema da noite, podemos fazer uma visita a Santa Maria Teresa di
Gallura. Se chegarmos lá ao pôr do sol, poderemos desfrutar da vista do mar e
dos penhascos brancos de Bonifácio tingidos com um vermelho ardente que nos
chega à alma. 

malaparadois | Dicas de Viagens & Lifestyle em um único site!
malaparadois | Dicas de Viagens & Lifestyle em um único site!
malaparadois | Dicas de Viagens & Lifestyle em um único site!
malaparadois | Dicas de Viagens & Lifestyle em um único site!

Terceiro Dia (Arcipelago della Maddalena – Castelsardo)


Saindo logo de manhãzinha do porto de Palau, em um dos muitos barcos que oferecem passeios de um dia para descobrir todo encanto do Parque Nacional Maddalena, você vai passar um dia espetacular em uma sucessão de praias de areia branca, pequenas ilhas e rochas que se projetam no mar cristalino.
As emoções que você sente durante uma viagem como essa são muito intensas e deixam uma marca indelével na mente. Quando você retornar a Palau, em torno das 17h00min, pare um momento na aldeia Castelsardo que será, também, o lugar onde pernoitaremos. A estrada que nos conduz ao objetivo nal do dia é cheia de personalidade, ladeada aqui e ali, de nuraghis e ovelhas, e nos conduzirá a uma Sardenha mais genuína, mais real, menos difundida da que vimos até agora. 

 

Quarto Dia: (Castelsardo - Stintino - Alghero)


Despertar é sempre mágico se você está em um lugar como Castelsardo. A visita ao seu "Su Casteddu", no cimo de uma falésia, com vista para o mar, nos levará de volta no tempo: íngremes ruas estreitas repletas de redes de pesca emaranhadas e, um cheiro pungente de peixe, essa é a alma da Sardenha. Envolve-nos e apresenta a Sardenha real, a sua cultura e as suas tradições. Não é difícil encontrar restos da Idade Média, a história e beleza que compõem Castelsardo, não por acaso considerada uma das mais belas aldeias da Itália.


Além de vislumbrar as vistas fabulosas que a velha cidade tem para oferecer, você pode desfrutar de um passeio ao longo da cidade amuralhada, agora restaurada, e que também garante fácil acesso ao mar. O melhor momento para vê-la é ao entardecer: o sol tem um encanto especial, e, em dias agradáveis de mar calmo, é possível ver todo o Golfo de Asinara e Córsega. Vagueando por estas ruas vislumbrando o mar, vamos começar o dia da melhor maneira. Depois de visitar a
cidade, continuaremos a caminho de Stintino, outro lugar
especial da Sardenha. Você vai desfrutar de uma praia e um mar de cores quase irreais. Embora o grande número de turistas o vá tornar mais difícil, necessitamos encontrar estacionamento e um lugar na praia. Terminamos o dia em esta bela praia e depois nos dirigimos, no nal da tarde, a Alghero onde, graças à ampla disponibilidade de instalações, passaremos a noite. Uma vez instalados, Alghero nos espera!
Nesta cidade, parada no tempo e, com uma arquitetura
visivelmente inuenciada pela cultura catalã, desfrute de uma bebida num dos muitos terraços que estão espalhados ao longo das muralhas majestosas, e depois jante, ao pôr do sol, um grande prato de espaguete feito a partir de ovas.

 

Quinto Dia: (Capo Caccia - Bosa)


Chegamos ao quinto dia de nossa viagem, e é um daqueles dias onde as coisas para ver e fazer são tantas que o alarme soará cedo e nossa primeira parada será Capo Caccia.

 

Já no dia anterior, chegando a Alghero, pudemos ver os penhascos brancos que mergulhavam direto no azul do mar da Sardenha. Essas rochas são o primeiro alvo deste quinto dia. Desde Alghero, até o topo da falésia, a estrada corre entre belas paisagens e sítios arqueológicos bem preservados, e caracteriza-se pelos nuraghi típicos, distribuídos por toda a ilha e aos quais, aliás, recomendamos pelo menos uma visita. Chegando ao topo do maciço calcário Promontório de Capo Caccia, temos de enfrentar os 656 degraus da “Escala del Cabriol” que, insinuando-se na falésia, gradualmente leva você à bela Gruta de Netuno. Cada passo será uma emoção profunda, uma descida vertiginosa em um mar azul cujas ondas quebram nas falésias brancas dominadas por um belo farol. Depois de visitar as cavernas, nos dirigimos aos elevadores, não com pressa, desfrutando de cada momento, cada rajada de vento. Certas emoções devem ser vividas até o m. Apesar do esforço, no nal deste caminho você vai sentir um pouco de tristeza por deixar para trás todo esse espetáculo. É hora de retomar a viagem, no sentido de Bosa. A partir deste momento, iremos visitar esta parte da Sardenha que é apenas salpicada pelos uxos turísticos, mas certamente não é desprovida de atrações, como os 45 quilômetros de estrada que ligam Alghero a Bosa. Esse é o primeiro dos
espetáculos inesperados que esta parte da Sardenha vai nos dar: serpentear por uma grande altitude, em uma costa verde, com vista para o mar. Ao redor nada, só a natureza, o mar e paisagens desérticas; aqui e ali algumas ovelhas ao lado das casas aparentemente abandonadas. A surpresa que você vai ter em Bosa será grande: situada às margens do rio Temo, você vai car impressionado com as cores de suas casas e o imponente castelo que a domina; merece um agradável passeio que pode ser seguido de uma visita à torre espanhola situada no lado da praia de Bosa Marina, e onde você vai desfrutar de um belo pôr do sol. Ainda que o quinto dia terminasse, a Sardenha tem muitos mais lugares para nós descobrirmos.


Sexto Dia: (S'Archittu, Is Aruttas, Penisola del Sinis, Orgosolo)


Partimos de Bosa para dirigir-nos mais ao sul. A primeira parada do dia: S'Archittu, localidade próxima que, como o nome sugere, você pode contemplar um arco natural majestoso esculpido pelo mar dentro de um cume da pedra calcária: a branca Rocha e o mar azul irão hipnotizá-lo. Em seguida, continuaremos em direção à Península Sinis onde vale a pena uma parada, inclusive prolongada, na praia Aruttas (grãos de arroz, um nome que vem da semelhança de areia branca com grãos de arroz). Aqui vamos desfrutar de um mar maravilhoso associado a uma praia tranquila e longe da multidão de Stintino. Quando já estivermos relaxados o suciente, voltamos de novo a Capo San Marco, a ponta da Península de Sinis, onde vamos fazer uma visita às escavações arqueológicas de Tharros que remontam ao tempo dos fenícios. Para terminar o dia, nos dirigimos a Cabras e, desde aqui à estrada nacional que atravessa a Sardenha, chegando a Orgosolo, onde nos hospedaremos. 


Sétimo Dia: (Orgosolo, Orosei e volta para o aeroporto de Olbia)


Este é o último dia de nossa viagem, e visitaremos Orgosolo, a cidade dos murais, que talvez não dê uma boa impressão à primeira vista: casas de tijolos vermelhos que parecem abandonadas, roupas penduradas um pouco "em todos os lugares”, os sinais, aparentemente de perfuração feita por balas de todos os tamanhos.. mas não se deixe enganar por impressões, entrando na cidade, se abre aos nossos olhos uma paisagem inesperada. Encontraremos murais em cada esquina, a denúnciar e testemunhar os acontecimentos atuais, a representação das tradições do povo da Sardenha, ou simplesmente uma forma de decoração, mas tudo fascinante e cheio de signicado.

 

Esta pequena cidade, erroneamente ignorada pelo turismo, merece ser vista e também é o ponto de partida ideal para excursões a Suprammonte.

 

Uma vez terminada a visita à cidade dos murais, dirigimo-nos para Orosei, agradável aldeia, onde você pode ter uma estadia agradável, algo para comer e entreter-se em pequenas lojas de souvenirs. Em seguida concluímos nossa maravilhosa viagem através da Sardenha, e estamos nos movendo em direção ao aeroporto Olbia, aonde chegaremos antes das 21h00min, hora de devolver o carro e voltar para a nossa realidade!

malaparadois | Dicas de Viagens & Lifestyle em um único site!
malaparadois | Dicas de Viagens & Lifestyle em um único site!
malaparadois | Dicas de Viagens & Lifestyle em um único site!
malaparadois | Dicas de Viagens & Lifestyle em um único site!
malaparadois | Dicas de Viagens & Lifestyle em um único site!
malaparadois | Dicas de Viagens & Lifestyle em um único site!
malaparadois | Dicas de Viagens & Lifestyle em um único site!

Conclusões


Esta rota foi feita com diferentes objetivos para cada dia, diferentes acomodações a cada noite; desta viagem, talvez você não volte descansado, mas sim enriquecido, sua mente e seu coração estarão plenos de energia e com uma sensação de bem-estar que só uma terra como a Sardenha pode dar.

malaparadois | Dicas de Viagens & Lifestyle em um único site!

Dicas
Tenha em mente, contudo, que umas férias de carro, obrigam a passar muitas horas dirigindo e pode ser estressante. Faça pausas frequentes. Nunca que sem nada: tenha sempre com você água e alimentos (há muito poucas estações de serviço na Sardenha), tome-se o tempo necessário para esticar-se e visitar os lugares calmamente. Seguindo estas regras simples, você pode organizar uma viagem que promete uma experiência incomum, inovadora e inesquecível, para descobrir um pouco mais de um paraíso que nunca deixam de surpreender os seus visitantes, nem os locais.

malaparadois | Dicas de Viagens & Lifestyle em um único site!

Como chegar à Sardenha
Chegar à Sardenha de trem A Infraestrutura ferroviária na Sardenha abrange um total de 400 km de linhas; cerca de quarenta estações. Fazem parte da
rede complementar: a linha Cagliari - Oristano - Macomer - Chilivani – Olbia, e a “dorsal Sarda”, que cruza de norte a sul a ilha inteira.

 

Completa a infraestrutura ferroviária da região: 
A linha de Olbia - Olbia M.ma / Ilha Branca, com ligação direta desde Olbia para o mar; A linha Porto Torres - Porto Torres Cristóvão Colombo.

 

Aeroportos da Sardenha
Na Sardenha há seis aeroportos listados abaixo: 

Aeroporto de Alghero-Fertilia, Aeroporto de Cagliari-Elmas, Aeroporto de Decimomannu, Aeroporto de Olbia-Costa Smeralda, Aeroporto de Oristano-Fenosu. Aeroporto de Tortolì.

malaparadois | Dicas de Viagens & Lifestyle em um único site!
blog de viagens
  • Ícone de App de Facebook
  • email1.jpg

informações sobre a Calábria turística e a Calábria menos turística e por isso mais autêntica, aquela feita pelos burgos (povoados) medievais! 

blog de viagens

O objetivo principal desse blog é passar informações turísticas sobre a Itália para pessoas que estão planejando a sua viagem para esse país maravilhoso e contar um pouco mais da Itália turística e da Itália menos turística, e tantas vezes justamente por isso mais autêntica.

  • Ícone de App de Facebook
  • email1.jpg