malaparadois - Dicas de Viagens & Lifestyle em um único site!

Rio450 - viva a Carioquice!

Rio de Janeiro, 450 anos

Parabéns cidade maravilhosa pelos seus 450 anos!

A cidade brasileira mais conhecida no exterior completa 450 anos de fundação. Em 1 de março de 1565, a cidade foi fundada por Estácio de Sá que desembarcou entre o Morro da Cara de Cão e o Pão de Açúcar.

A cidade “maravilhosa” ainda merece este título! Mesmo com todas as mazelas e descasos das autoridades que governaram e governam esta cidade, o Rio é maravilhoso. Povo acolhedor, carismático, gentil e amigável, são características do “Carioca” e com seu “Carioquês” faz desta cidade a mais conhecida e querida do Brasil no mundo.

O Rio possui bairros que são conhecido no mundo todo, como Copacabana, Ipanema e Leblon. Mas o Rio é muito mais do que isso. Rio possui ótimos museus, lindos parques e uma paisagem de tirar o fôlego dos visitantes que aqui chegam. O Rio possui um estilo de vida único. Ser “carioca” é estar de bem com a vida, ser feliz e acima de tudo acreditar que tudo pode melhorar. O Rio é samba, funk, sol, mar e sinônimo da mais grandiosa festa de carnaval do mundo.

A cidade é dividida em 4 (quatro) zonas: Oeste (a maior), Norte, Sul (a mais conhecida) e Central.

Com quase 7 milhões de habitantes, a cidade é dividida por bairros, onde 7 (sete) subprefeituras administram os 161 bairros. 

O clima do Rio de Janeiro é o tropical atlântico, com variações locais, devido às diferenças de altitude, vegetação e proximidade do oceano, com média anual de 27,8 °C e médias diárias elevadas no verão que ficam entre 30 ºC a 38 ºC. No verão as temperaturas podem ultrapassar os 40° C.

Nesta Seção

Você é o visitante nº

malaparadois - Dicas de Viagens & Lifestyle em um único site!
malaparadois - Dicas de Viagens & Lifestyle em um único site!

A maior parte da população está concentrada nos bairros de Campo Grande, Santa Cruz, Bangu, Realengo, Tijuca, Jacarepaguá, Barra da Tijuca, Maré, Guaratiba e Taquara. Diferentemente do que os turistas e visitantes pensam, o Rio possui muito mais para se conhecer, viver e sentir do que somente a zona sul e central.

malaparadois - Dicas de Viagens & Lifestyle em um único site!

As praias do Rio é convite certo para um mergulho, um bom bate-papo (coisa que o carioca adora) e para admirar e deslumbrar-se com tanta beleza.

Oficialmente o Rio possui 46 praias registradas pela prefeitura, são elas:

Abricó, Amores, Arpoador, Barra da Tijuca, Barra de Guaratiba, Bandeira, Bica, Brisa, Botafogo, Canto, Conchas, Copacabana, Dentro, Diabo, Engenhoca, Fora, Flamengo, Funda, Galeão, Glória, Grumari, Guanabara, Ipanema, Inferno, Joatinga, Leblon, Leme, Macumba, Marambaia, Meio, Parque, Prainha, Pitangueiras, Perigoso, Pepê, Pepino, Pontal, Ramos, Reserva, Recônvaco, Recreio, São Conrado, Sepetiba, Urca, Vermelha e Vidigal.

Nem todas são próprias para banho, mas muitas são verdadeiros paraísos! Destacam-se: Grumari, Reserva, Perigoso, Marambaia e Pontal.

Rio450 - Grumari

Rio450 - Grumari

malaparadois - Dicas de Viagens & Lifestyle em um único site!

Rio450 - Grumari

Rio450 - Grumari

malaparadois - Dicas de Viagens & Lifestyle em um único site!

Rio450 - Grumari

Rio450 - Grumari

malaparadois - Dicas de Viagens & Lifestyle em um único site!

Rio450 - Grumari

Rio450 - Grumari

malaparadois - Dicas de Viagens & Lifestyle em um único site!

Rio450 - Grumari

Rio450 - Grumari

malaparadois - Dicas de Viagens & Lifestyle em um único site!

Rio450 - Grumari

Rio450 - Grumari

malaparadois - Dicas de Viagens & Lifestyle em um único site!

Rio450 - Grumari

Rio450 - Grumari

malaparadois - Dicas de Viagens & Lifestyle em um único site!

Rio450 - Grumari

Rio450 - Grumari

malaparadois - Dicas de Viagens & Lifestyle em um único site!

Rio450 - Prainha

Rio450 - Prainha

malaparadois - Dicas de Viagens & Lifestyle em um único site!

Rio450 - Urca

Rio450 - Urca

malaparadois - Dicas de Viagens & Lifestyle em um único site!

Rio450 - Posto 10 da Barra da Tijuca

Rio450 - Posto 10 da Barra da Tijuca

malaparadois - Dicas de Viagens & Lifestyle em um único site!

Rio450 - Posto 10 da Barra da Tijuca

Rio450 - Posto 10 da Barra da Tijuca

malaparadois - Dicas de Viagens & Lifestyle em um único site!

Rio450 - Praia da Barra da Tijuca

Rio450 - Praia da Barra da Tijuca

malaparadois - Dicas de Viagens & Lifestyle em um único site!

Rio450 - Enseada de Botafogo e Praia de Botafogo

Rio450 - Enseada de Botafogo e Praia de Botafogo

malaparadois - Dicas de Viagens & Lifestyle em um único site!

Rio450 - Praia Vermelha e Copacabana

Rio450 - Praia Vermelha e Copacabana

malaparadois - Dicas de Viagens & Lifestyle em um único site!

Rio450 - Mirante do Roncador

Rio450 - Mirante do Roncador

malaparadois - Dicas de Viagens & Lifestyle em um único site!

Rio450 - Mirante do Roncador

Rio450 - Mirante do Roncador

malaparadois - Dicas de Viagens & Lifestyle em um único site!

Rio450 - Mirante do Roncador

Rio450 - Mirante do Roncador

malaparadois - Dicas de Viagens & Lifestyle em um único site!

As mais conhecidas dos turistas e visitantes são: Copacabana, Ipanema, Leblon, Pepino e Arpoador.

malaparadois - Dicas de Viagens & Lifestyle em um único site!

Um pouco de história:

Nem sempre a cidade foi a “grande metrópole” que é hoje. 

Durante quase todo o século XVII, a cidade teve um desenvolvimento urbano lento. Uma rede de pequenas ruelas conectava entre si as igrejas, ligando-as ao Paço e ao Mercado do Peixe, à beira do cais. A partir delas, nasciam as principais ruas do atual centro. Porém, com a invasão holandesa no Nordeste brasileiro, a produção de açúcar é aumentada a partir dos vários engenhos que se espalham pela cidade. Com cerca de 30 mil habitantes na segunda metade do século XVII, o Rio de Janeiro tornara-se a cidade mais populosa do Brasil, passando a ter importância fundamental para o domínio colonial.

Essa importância tornou-se ainda maior com a exploração de jazidas de ouro em Minas Gerais no século XVIII: a proximidade levou à consolidação da cidade como proeminente centro portuário e econômico. Em 1763, o ministro português Marquês de Pombal transferiu a sede da colônia de Salvador para o Rio de Janeiro.

O Rio de Janeiro foi a capital do Brasil de 1763 a 1960, quando o governo foi transferido para Brasília. Atualmente é a segunda mais populosa cidade do país, depois de São Paulo. Entre 1808 e 1815, foi a capital do "Reino Unido de Portugal e dos Algarves", como era oficialmente designado Portugal na época. Entre 1815 e abril de 1821, sediou o Reino Unido de Portugal, Brasil e Algarves, após elevação do Brasil a parte integrante do Reino Unido.

Nos séculos XVIII e XIX, muitas casas e fazendas tinham nascentes e poços em seus terrenos. Também havia chafarizes, fontes e bicas, nas quais os moradores buscavam água e a carregavam em potes, barris ou baldes. Outra forma de se conseguir água era comprá-la dos "aguadeiros", escravos que percorriam as ruas em carroças vendendo água de casa em casa.

Com a Proclamação da República, nas últimas décadas do século XIX e início do XX, o Rio de Janeiro enfrentava graves problemas sociais advindos do crescimento rápido e desordenado. Com o declínio do trabalho escravo, a cidade passara a receber grandes contingentes de imigrantes europeus e de ex-escravos, atraídos pelas oportunidades que ali se abriam ao trabalho assalariado. Entre 1872 e 1890, sua população duplicou, passando de 274 mil para 522 mil habitantes.

O aumento da pobreza agravou a crise habitacional, traço constante na vida urbana do Rio desde meados do século XIX. O epicentro dessa crise era ainda, e cada vez mais, o miolo central - a Cidade Velha e suas adjacências -, onde se multiplicavam os Cortiços e eclodiam as violentas epidemias de febre amarela, varíola, cólera-morbo, que conferiam à cidade fama internacional de porto sujo.

Muitas campanhas de erradicação, perpetradas pelos governos da época, não foram bem recebidas pela população carioca. Houve muitas revoltas populares, entre elas, a Revolta da Vacina, de 1904, que também teve como causa a tomada de medidas impopulares, como as reformas urbanas do centro, executadas pelo engenheiro Pereira Passos. Vários cortiços foram demolidos e a população pobre da região central deslocada para as encostas de morros, na zona portuária e no Caju, sobretudo os morros da Saúde e da Providência. Tais povoamentos cresceram de maneira desordenada, dando início ao processo de favelização (ainda não muito preocupante na época) - o que não impediu a adoção de várias outras reformas urbanas e sanitárias que modificaram a imagem da então capital da República. Data desse período a abertura do Theatro Municipal e da Avenida Rio Branco, com os edifícios inspirados em elementos da Belle Époque parisiense, e a inauguração, em 1908, do Bondinho do Pão de Açúcar, um dos marcos da engenharia brasileira, em comemoração aos 100 anos da Abertura dos Portos.

A ocupação da atual zona sul efetivou-se com a abertura do Túnel Velho, que fazia a conexão entre Botafogo e Copacabana. O surgimento do Copacabana Palace, em 1923, consagrou definitivamente o processo de ocupação e o turismo na região, que experimentou uma explosão demográfica. O Cristo Redentor seria inaugurado em 1931, tornando-se um dos cartões-postais do Rio e do Brasil.

Após a transferência da Capital Federal para Brasília em 1960, o Rio foi transformado numa cidade-estado com o nome de Guanabara. Em 15 de março de 1975 ocorreu a fusão com o antigo estado do Rio de Janeiro e, em 23 de julho, foi promulgada a sua constituição e tornou-se o que conhecemos hoje.

A cidade ocupa a margem ocidental da baía de Guanabara e as ilhas (como Governador e Paquetá), e desenvolveu-se sobre estreitas planícies aluviais comprimidas entre montanhas e morros. Está assentada sobre três grandes maciços: Pedra Branca, Gericinó e o da Tijuca. Com picos de interesse turístico como o Bico do Papagaio, Andaraí, Pedra da Gávea, Corcovado, o Dois Irmãos e o Pão de Açúcar.

Seu litoral tem 197 quilômetros de extensão e inclui mais de cem ilhas que ocupam 37 km², e desdobra-se em três partes, voltadas à baía de Sepetiba, ao oceano Atlântico e à baía de Guanabara. O litoral da baía de Sepetiba tem como único acidente geográfico de expressão a Restinga da Marambaia e é arenoso, baixo e pouco recortado. O litoral da baía de Guanabara é recortado, baixo, abarca muitas ilhas (como a do Governador com de 29 km²) e, em suas margens, situam-se o centro comercial e os subúrbios industriais.

O litoral Atlântico expressa alternâncias consideráveis, apresentando-se ora alto, quando em contato com as ramificações costeiras dos maciços da Pedra Branca e da Tijuca, ora baixo, trecho pelo qual se estendem as praias integradas à paisagem urbana. Diversas lagoas, como as da Tijuca, Marapendi, Jacarepaguá e Rodrigo de Freitas formaram-se nas baixadas, muitas de terreno pantanoso a ainda não completamente drenado.

O Rio está repleto de atrações. Desde um simples mergulho ao mar até um passeio pela Floresta da Tijuca, o Rio encanta. Sua gastronomia multirracial fez desta culinária o verdadeiro deleite para os que aqui passam. Provar os petiscos ao pôr-do-sol na Urca, beber aquele “chopinho” na praia com “tira-gostos”, subir até Santa Teresa e entrar no cotidiano boêmio, subir ao Pão de Açucar no maravilhoso bondinho, visitar o Cristo Redentor... O Rio ainda merece ser chamada de “CIDADE MARAVILHOSA”.

malaparadois - Dicas de Viagens & Lifestyle em um único site!
malaparadois - Dicas de Viagens & Lifestyle em um único site!
malaparadois - Dicas de Viagens & Lifestyle em um único site!
malaparadois - Dicas de Viagens & Lifestyle em um único site!
malaparadois - Dicas de Viagens & Lifestyle em um único site!
malaparadois - Dicas de Viagens & Lifestyle em um único site!
malaparadois - Dicas de Viagens & Lifestyle em um único site!
malaparadois - Dicas de Viagens & Lifestyle em um único site!

Viva a Carioquice você também! 

Seja carioca de nescença, de coração ou por paixão!!!

Parabéns Rio de Janeiro.

malaparadois - Dicas de Viagens & Lifestyle em um único site!

Parabéns cidade maravilhosa pelos seus 450 anos!

A cidade brasileira mais conhecida no exterior completa 450 anos de fundação. Em 1 de março de 1565, a cidade foi fundada por Estácio de Sá que desembarcou entre o Morro da Cara de Cão e o Pão de Açúcar.

Saiba mais da programação cultural aqui.