Terms of Use & Privacy Policy

Estilo de vida  & moda.

Lifestyle & fashion.

Lifestyle

Buenos Aires

A charmosa Buenos Aires

 

Bairros arborizados, boêmios ou sofisticados... Buenos Aires é uma cidade multicultural, que encanta com os monumentos históricos do centro ou com as casas de madeira do Caminito, rua tradicional do bairro da Boca. Planejando viagem para a capital Argentina? Veja nossas dicas na Seção "CIDADES", "DICAS" e no Grupo Malaparadois.

Nesta Seção você é o visitante nº

La Boca

La Boca

La Boca

La Boca

Caminito

Caminito

Caminito

Caminito

La Boca, é o bairro mais famoso de Buenos Aires, reúne duas grandes paixões argentinas: tango e futebol.

Suas ruas são verdadeiras milongas a céu aberto e ali fica o estádio do clube mais popular do país, o Boca Juniors. A região começou a ser habitada por imigrantes italianos no século XIX, que pintavam suas casas com as sobras das tintas usadas nos navios do porto. Apesar de turístico é preciso ficar atento aos pulguistas que assaltam e batem carteiras sem você perceber.

 

O Caminito é uma rua-museu cercada pelos típicos cortiços coloridos. O nome do lugar é uma homenagem ao tango de um ex-morador do bairro, Juan Dios Filiberto.

 

Em La Boca, o tango está em todos os lugares: nos restaurantes, na rua e nas casas especializadas na dança tipicamente argentina.

 

Puerto Madero é um exemplo de que o visual de um bairro pode ser totalmente transformado para melhor.

Na década de 1990, a antiga e degradada área portuária passou por um grande processo de revitalização que fez do bairro a área mais nobre da cidade. Com o processo de reurbanização, a antiga área degrada se tornou o novo centro financeiro de Buenos Aires. Hoje, Puerto Madero segue atraindo investidores internacionais e novos arranha-céus continuam a surgir no bairro. O bairro tem o metro quadrado mais caro da cidade e está cheio de edifícios residenciais de alto padrão.

Além dos prédios comerciais e residenciais, Puerto Madeiro conta com uma extensa área verde.

 

O bairro fica de frente para o rio da Prata, na região onde o engenheiro Eduardo Madero construiu o antigo porto, no fim do século XIX.

Puerto Madero

Puerto Madero

Puerto Madero

Puerto Madero

Puerto Madero

Puerto Madero

Puerto Madero

Puerto Madero

Puerto Madero

Puerto Madero

Puerto Madero

Puerto Madero

Puerto Madero

Puerto Madero

Puerto Madero

Puerto Madero

Puerto Madero

Puerto Madero

Puerto Madero

Puerto Madero

Puerto Madero

Puerto Madero

Puerto Madero

Puerto Madero

Palermo é um daqueles bairros obrigatórios para se visitar em Buenos Aires. Cercado de muita área verde, cultura e entretenimento, divide-se em duas áreas: Palermo Chico e Palermo Viejo (Palermo Soh é uma pequena parte deste bairro).

 

Museu Nacional de Arte Decorativo: conta com uma coleção de esculturas, joias, pinturas, porcelanas e tapeçarias orientais e europeias dos séculos XIX e XX.

 

Assim como Recoleta e Puerto Madero, Palermo também se destaca como um bairro boêmio. No Centro estão localizadas as principais construções da capital, como a Catedral Metropolitana de Buenos Aires, o principal templo católico da nação, localizado na rua San Martín, 42, diante da Praça de Maio. Antes de se tornar papa, o argentino Jorge Mario Bergoglio foi arcebispo da cidade e celebrou suas missas no local por 15 anos.

 

O Centro de Buenos Aires tem boas opções de restaurantes. O Tomo I (Veja nossa dica na Seção FOODS), eleito o melhor restaurante para executivos da cidade pela revista britânica The Economist, inclui em seu cardápio carnes vermelhas e brancas, além de massas, e o medalhão de filé mignon com escarola refogada e fricassé de champignon (acima) é um dos destaques. Endereço: rua Carlos Pellegrini, 521, Centro. Tel.: 00xx 54 11 4326.6698.

Palermo Viejo

Palermo Viejo

Palermo Viejo

Palermo Viejo

Palermo Viejo

Palermo Viejo

Palermo Viejo

Palermo Viejo

Palermo Soho

Palermo Soho

Palermo Soho

Palermo Soho

Palermo Soho

Palermo Soho

O show de tango no Café Tortoni é totalmente voltado para turistas. O Tortoni não é conhecido apenas pelo tango. Reduto de artistas e intelectuais, foi frequentado na década de 1920 por alguns dos maiores nomes da cultura argentina da época.

 

O bairro Norte é, na verdade, uma área que compreende parte dos distritos Retiro e Recoleta. Antes um bairro pobre, passou por uma mudança no início do século XIX com a chegada de famílias de classe alta.

 

O bairro da Recoleta surgiu como um retiro religioso, mas hoje é sinônimo de elegância, sendo uma das regiões mais nobres da capital argentina. O nome vem do Convento dos Padres Recoletos, fundado no século 18. Daquele tempo, ainda existe a Igreja da Nossa Senhora do Pilar, e, junto a ela... o tradicional cemitério da Recoleta, onde estão enterrados alguns dos mais importantes nomes da história argentina. Sua moradora mais famosa é a cultuada Evita Péron.

 

O Paseo Recoleta é palco de uma das mais tradicionais feiras de artesanato de Buenos Aires. Ela acontece aos sábados e domingos.

 

A Avenida Alvear é o local mais fino e chique para compras na capital portenha. Ali encontram-se lojas como Armani, Valentino e Ermenegildo Zegna.

 

A Floralis Genérica, escultura de metal que fica na Plaza de Las Naciones Unidas, é um dos símbolos mais conhecidos da Argentina. Inaugurada em 2002, foi criada pelo arquiteto argentino Eduardo Catalano.

 

A vida cultural e intelectual da Recoleta também é intensa. No bairro estão o Museu Nacional de Belas Artes, um dos mais importantes da América Latina, com obras de artistas como Goya, Rodin, Renoir e Picasso.

 

O Patio Bullrich foi o primeiro shopping de Buenos Aires e tem algumas das lojas mais chiques da cidade, como Kenzo e Dior.

 

O Palácio Barolo, uma das construções mais imponentes do bairro Monserrat, já foi o prédio mais alto de Buenos Aires. Inaugurado em 1923, o edifício foi construído a pedido do empresário italiano Luis Barolo e foi inspirado na Divina comédia, obra-prima do poeta italiano Dante Alighieri. O palácio tem 100 metros e 22 andares, o mesmo número de cantos e de estrofes do poema, respectivamente, e é dividido em céu, purgatório e inferno. Vale a pena visitar. Endereço: avenida de Mayo, 1370, Monserrat. Tel.: 00xx 54 11 4381.1885. Entrada: R$ 40.

 

Casa Rosada: cartão postal de Buenos Aires e sede da presidência da Argentina.

 

Em San Telmo, bairro boêmio da cidade, o tango está presente até nas ruas. Vá no dia de feira livre é muito legal.

 

A Torre Monumental, construída por imigrantes britânicos, fica no bairro do Retiro, um dos mais nobres de Buenos Aires.

 

Galeria Pacífico: É um dos muitos shoppings de Buenos Aires. Mas engana-se quem pensa que é um shopping como os outros, pois não é. Sua arquitetura, seguindo o estilo arquitetônico Beaux-Arts, é seu grande diferencial. Sua fachada é imponente e belíssima, então é impossível não notá-la do lado de fora.

 

Señor Tango: Uma noite de Tango hollywoodiana.

Senhor Tango é o mais famoso show da noite de Buenos Aires.Cada dia Senhor Tango oferece jantar e show. O espetáculo do Senhor Tango foi declarado de interesse cultural pelo Ministério da Cultura do Governo de Buenos Aires. Estivemos em maio de 2012 e conferimos de perto a Casa. O Show é muito americanizado. Pensamos ver um show de tango argentino, mas a casa é para espetáculo. Quem quer ver um show de tango com toda mega produção, este é o lugar!

Vieytes 1655 (C1275AGQ), Barracas - Cidade Aut. de Buenos Aires ArgentinaFone: (54-11) 4303-0231 / Fax: (54-11) 4303-0234

Tango em San Telmo

Tango em San Telmo

Señor Tango

Señor Tango

Señor Tango

Señor Tango

San Telmo

San Telmo

Retiro

Retiro

Recoleta

Recoleta

Feira de San Telmo

Feira de San Telmo