BULGARIA

Os países do Leste Europeu ainda não estão entre os favoritos dos viajantes que visitam o Velho Continente. No entanto, com reformas significativas dentro das principais cidades da região e um setor turístico que a cada dia se transforma mais para atender à curiosidade dos visitantes, esse cenário promete mudar e competir pela atenção dada à França, Itália e Reino Unido. Entre os países que mais chamam a atenção está, sem sombra de dúvidas, a Bulgária.

Localizada entre a Romênia, a Turquia e a Grécia, esse belo país dos Balcãs soube preservar sua história, marcada pelas lutas contra os Impérios Bizantino e Otomano. Por todas as regiões, é possível avistar construções históricas bem preservadas, além de uma quantidade impressionante de sítios arqueológicos.

Catedral de Alexandre Nevsky
Catedral de Alexandre Nevsky

Catedral de Alexandre Nevsky
Catedral de Alexandre Nevsky

1/1

Sua capital, Sofía, ainda é pouco visitada se comparada aos outros destinos históricos e litorâneos do país. No entanto, sua atmosfera jovem, repleta de programas culturais completos e uma vida noturna agitada, valem a visita.

A natureza também foi muito generosa com o país, visto que cenários montanhosos e praias de um mar azul intenso compõem suas lindas paisagens.

Sunny Beach está situada no Mar Negro, é o resort de férias mais popular na Bulgária. O fluxo de turistas aumenta substancialmente cada ano e com razão! Existem muitos clubes e bares por lá, bem como a abundância de oportunidade de lounge na praia de 8 km de comprimento. Ao longo da praia, uma avenida espaçosa, com excelentes restaurantes e um mercado durante o dia. À noite os clubes mais emocionantes abrem suas portas, como Flowerstreet.

Sunny Beach
Sunny Beach

Sunny Beach
Sunny Beach

Sunny Beach
Sunny Beach

Sunny Beach
Sunny Beach

1/3

COMO CHEGAR

Não há vôos diretos do Brasil para a Bulgária. A opção mais viável é viajar até cidades alemãs, como Munique e Frankfurt, e de lá pegar um avião até a capital Sofía. A companhia aérea Lufthansa trabalha com essas alternativas.

ATRAÇÕES

 

Fundada há mais de 3 mil anos, a cidade antiga de Nessebar, a leste do país, na costa do Mar Negro, concentra ruínas datadas dos séculos 5 e 6. Vale observar os belos detalhes da Igreja de Santa Sofia, tombada como Patrimônio da Unesco junto com o resto do Centro Histórico.

 

Outro lugar tombado como Patrimônio da Unesco é o monastério Rila, localizado a 120 km de Sofía. A construção, repleta de colunas arqueadas, foi fundada na primeira metade do século 10, perto da caverna onde São João de Rila viveu jejuando e rezando. Hoje o lugar abriga as relíquias do santo, que é padroeiro da Bulgária e venerado pelas igrejas Ortodoxa e Católica Romana.

 

Em Veliko Tarnovo, a bela Fortaleza de Tsarevets impressiona com a vista que oferece da região. Datada do ano de 1185, ela serviu como refúgio contra as invasões decorridas durante o Segundo Império Búlgaro.

Em Plovdiv, o Teatro Romano encanta os visitantes, que se acomodam na arena para assistir a apresentações de teatro, dança e concertos. Sua construção é datada do século II e está entre as mais bem preservadas da Europa.

 

Já na capital Sofía, vale a pena visitar a emblemática Catedral de Alexandre Nevsky, um dos pontos turísticos mais importantes do país. A riqueza de detalhes da construção, erguida em estilo neobizantino, impressiona.

vila de Zarnevo
vila de Zarnevo

A pequena vila de Zarnevo, localizada na província de Dobrich, é conhecida por seus belos campos de lavanda, que encantam os visitantes

Veliko Tarnovo
Veliko Tarnovo

Considerada uma das cidades mais antigas da Bulgária, a histórica Veliko Tarnovo é repleta de construções medievais bem preservadas. A Fortaleza de Tsarevets foi erguida durante o Segundo Império Búlgaro, por volta do ano de 1185, e oferece uma bela vista da região

Nessebar
Nessebar

vila de Zarnevo
vila de Zarnevo

A pequena vila de Zarnevo, localizada na província de Dobrich, é conhecida por seus belos campos de lavanda, que encantam os visitantes

1/11

GASTRONOMIA

A culinária búlgara é muito diversificada. Não é difícil encontrar uma variedade considerável de pães e saladas pra acompanhar as refeições. O iogurte búlgaro é, inclusive, considerado por muitos como o melhor do mundo.

Um dos pratos que mais caracterizam o país é a banitsa – massa assada e recheada. Mas quando passar por aqui, também não deixe de provar os buhtas – bolinhos servidos com geleia ou mel.

 

Em Sofía, a síntese da gastronomia local está no Raketa Rakia Bar, com decoração e ambiente agradáveis. O Sunmoon, por outro lado, tem opções vegetarianas e uma boa carta de vinhos orgânicos. Se o desejo é provar receitas de outros países, tente o italiano Il Viaggio ou os indianos Taj Mahal e Kohinoor.

 

Já em Plovdiv, o Hemingway consagra-se como um dos melhores restaurantes da cidade. Se quiser ir de sobremesa, tente a Gelateria Afreddo, com diversas opções de sorvetes e bolos pra acompanhar um café.

 

Apoio: bulgariatravel.org