www.malaparadois.com - Dicas de Viagens & Lifestile em um único site!

Concelho de Aljezur

Aljezur, apesar de ser uma cidade pequena, contrasta com a grandeza da sua paisagem. Uma vila do pacato interior algarvio, protegida do fervor turístico de massa do Algarve, convida-nos a passeios pelas suas lindas paisagens escarpadas e praianas.

As suas praias são uma atração à parte. Uma imensidão de mar e areal procurado em grande parte por praticantes de surf. A costa vicentina, mais uma vez premia o visitante não só pela beleza selvagem da paisagem, mas também por uma população acolhedora e ávida por acomodar novos turistas.

A agricultura e o mar são sem dúvida a maior fonte de recursos de Aljezur.  Sua gastronomia é algo que todos os visitantes devem experimentar.

Nesta Seção

você é o visitante nº 

  • Wix Facebook page
  • Wix Twitter page
  • Google+ Preto Redonda
  • Facebook Orange Gumdrop
  • YouTube App Icon
  • Instagram App Icon

Na Estrada para Aljezur

 

A estrada a se tomar de Albufeira a Aljezur é a A22 até Bensafrim e depois seguir pela N120. O trajeto de um pouco mais de uma hora é muito tranquilo. Muito bem sinalizada como em todo o Algarve, as estradas são muito fáceis de trafegar e se localizar. Muito diferente do que temos no Brasil.

Os pedágios são automático (como explicamos na Revista malaparadois Edição nº 7 - Algarve) o que facilita e diminui o tempo de viuagem.

Estrada para Aljezur

Estrada para Aljezur

Estrada para Aljezur

Estrada para Aljezur

Estrada para Aljezur

Estrada para Aljezur

Estrada para Aljezur

Estrada para Aljezur

www.malaparadois.com - Dicas de Viagens & Lifestyle em um único site!

A Natureza em estado de graça

 

Entre as colinas do noroeste do Algarve, Aljezur representa o Algarve intocado, uma zona de belas paisagens naturais onde o trabalho agrícola ainda é feito por tração animal, os chocalhos das vacas animam as planícies e onde algumas das melhores praias de Portugal esperam por você.

 

Situada no Parque Natural do Sudoeste Alentejano e Costa Vicentina, com uma área natural protegida que se estende na costa oeste do Algarve, Aljezur é uma vila agrícola nas férteis planícies que delimitam o rio Aljezur.

O Castelo de Aljezur

 

As ruínas do castelo mourisco do século X dominam o centro histórico da vila e oferecem vistas panorâmicas das planícies, das florestas das redondezas, dos campos com flores silvestres e do mar, no horizonte.

 

A cidade logo abaixo parece ter parado no tempo juntamente com as ruínas deste que já foi um dia um dos mais imponentes representantes da cultura Moura no Algarve.

 

A área histórica que se estende pela encosta oferece uma vista pitoresca, com ruelas de pedras, com casas caiadas e os típicos vãos coloridos em volta das janelas. A parte mais recente da vila foi construída no século XVIII para acolher a população após a destruição causada pelo terremoto de 1755 e encontra-se na outra margem do rio.

 

Este castelo mourisco datado do século X foi construído para guardar o antigo porto fluvial que servia outrora de acesso ao mar, e foi uma das últimas fortalezas mouriscas do Algarve a ser capturada durante a reconquista cristã no século XIII. Duas torres, as muralhas e uma cisterna ainda se mantêm na sua posição original na colina, oferecendo fabulosas vistas panorâmicas dos espaços envolventes.

Castelo de Aljezur

Castelo de Aljezur

Ruínas do Castelo de Aljezur

Castelo de Aljezur

Castelo de Aljezur

Ruínas do Castelo de Aljezur - Vista panorâmica da Cidade de Aljezur

Castelo de Aljezur

Castelo de Aljezur

Ruínas do Castelo de Aljezur

Castelo de Aljezur

Castelo de Aljezur

Ruínas do Castelo de Aljezur

Castelo de Aljezur

Castelo de Aljezur

Ruínas do Castelo de Aljezur

Castelo de Aljezur

Castelo de Aljezur

Ruínas do Castelo de Aljezur

Castelo de Aljezur

Castelo de Aljezur

Ruínas do Castelo de Aljezur

Castelo de Aljezur

Castelo de Aljezur

Ruínas do Castelo de Aljezur

Castelo de Aljezur

Castelo de Aljezur

Ruínas do Castelo de Aljezur

Castelo de Aljezur

Castelo de Aljezur

Ruínas do Castelo de Aljezur

Castelo de Aljezur

Castelo de Aljezur

Ruínas do Castelo de Aljezur

Castelo de Aljezur

Castelo de Aljezur

Ruínas do Castelo de Aljezur

Castelo de Aljezur

Castelo de Aljezur

Ruínas do Castelo de Aljezur

Castelo de Aljezur

Castelo de Aljezur

Ruínas do Castelo de Aljezur

Castelo de Aljezur

Castelo de Aljezur

Ruínas do Castelo de Aljezur

Castelo de Aljezur

Castelo de Aljezur

Ruínas do Castelo de Aljezur

Castelo de Aljezur

Castelo de Aljezur

Ruínas do Castelo de Aljezur - A vastidão do sudoeste Alentejano e Costa Vicentina.

Fora da vila, é difícil decidir quais os melhores locais a visitar: o interior ou a costa. Os percursos pela natureza, os passeios de bicicleta pela montanha e os passeios no “lombo de burros ou a cavalos” pelas colinas são uma oportunidade fantástica para admirar os javalis, raposas e os texugos no seu habitat natural, enquanto a costa de Aljezur com mais de 40 km de extensão é um tesouro repleto de vida marinha, inúmeras espécies de aves e belíssimas praias imaculadas e tranquilos vales fluviais.

 

A Costa Vicentina, nome pelo qual é conhecida a costa sudoeste, contém algumas das praias mais intocadas de Portugal, muitas das quais com amplas extensões de dunas de areia flanqueadas por altas falésias e sem qualquer tipo de construção.

 

As ondas nas praias de Arrifana e Praia do Amado atrai os surfistas e praticantes de bodyboard, enquanto Odeceixe, Bordeira e Amoreira se situam na foz dos rios, tornando-as mais apelativas para às famílias, que podem optar por nadar no mar ou no rio. As lagoas naturais também fazem destas praias um local perfeito para as crianças. Em Odeceixe, uma das mais belas praias da região, o visitante poderá alugar canoas para passeios panorâmicos rio acima. Na Amoreira, a mudança da paisagem, das dunas para os alagadiços do estuário, oferece um mundo natural totalmente novo habitado por peixes raros, lontras e garças-reais. A gruta da Praia das Adregas, a sul de Odeceixe, é uma praia para naturistas.

 

Numa zona igualmente dependente da terra e do mar, não é de surpreender que os frutos de ambos façam parte da sua gastronomia. Aljezur é o maior produtor de batata-doce de Portugal, por isso este legume está presente nas suas sopas, cozidos, pastelaria e tem até um festival em sua homenagem – o Festival da Batata-Doce, realizado no mês de Outubro. O mar traz outras delícias regionais: os percebes que abundam nas rochas batidas pela ondulação e que são colhidos pelos intrépidos pescadores locais. O peixe fresco grelhado e a ampla seleção de marisco, incluindo mexilhões, ouriços-do-mar e caranguejos compõem as deliciosas caldeiradas de marisco.

Praias de Aljezur

Vale muito viajar algumas horas (como fizemos) de Albufeira ou de Faro para conhecer as praias do Sudoeste Alentejano e Costa Vicentina.

 

Existem várias praias para serem visitadas e admiradas na exaustão, mas a mais impressionante é Odeceixe!

 

Odeceixe

 

Na maré baixa pode se andar umas vários de metros a pé dentro da água do mar. Para Sul há uma segunda enseada, unicamente acessível na maré baixa, a chamada Praia da Adega. Na maré alta, o único acesso é através de uma trilha que desce a falésia. Proporciona excelentes condições para a canoagem e para passeios de barco. 

 

Como Chegar: Pela saida de Aljezur em direção norte pela EN120 (Aljezur-Lisboa). Entre à esquerda na entrada da aldeia de Baiona, por longa estrada. Este caminho acompanha a ribeira de Seixe, levando-o até à foz da mesma.

 

A outra opção é, antes da ponte sobre a ribeira de Seixe ainda do lado algarvio, voltar à esquerda e seguir por essa estrada, que ao longo de 3 km leva-o diretamente até à Praia de Odeceixe.

 

Infraestruturas de Apoio: WC; chuveiros; parque de estacionamento; bar; telefone; praia vigiada durante a época balnearia.

Odeceixe

Odeceixe

Uma das praias mais lindas de Portugal

Odeceixe

Odeceixe

Odeceixe

Odeceixe

Odeceixe

Odeceixe

Odeceixe

Odeceixe

As ladeiras de Odeceixe

Odeceixe

Odeceixe

Odeceixe

Odeceixe

Odeceixe

Odeceixe

Odeceixe

Odeceixe

Odeceixe

Odeceixe

Odeceixe

Odeceixe

Odeceixe

Odeceixe

Odeceixe

Odeceixe

Ribeira de Seixe

Odeceixe

Odeceixe

Odeceixe

Odeceixe

Odeceixe

Odeceixe

Odeceixe

Odeceixe

Odeceixe

Odeceixe

Casas típicas do vilarejo de Odeceixe

Odeceixe

Odeceixe

Odeceixe

Odeceixe

Odeceixe

Odeceixe

Odeceixe

Odeceixe

Odeceixe

Odeceixe

Odeceixe

Odeceixe

Odeceixe

Odeceixe

Odeceixe

Odeceixe

Com águas super cristalinas é possível ver nitidamente seu pé mesmo estando com a água acima dos ombros.

Praia de Monte Clérigo

Situada junto à aldeia de pescadores de Monte Clérigo, a Praia que tem o mesmo nome fica a cerca de 10 km da vila de Aljezur, com um acesso fácil por estrada, completado por rampas e escadas na entrada da praia. O seu areal de boas dimensões, é sobretudo procurado por famílias que encontram todas a infra-estrutura de apoio necessária a um dia de lazer. 

 

Como Chegar: À saída da vila de Aljezur para Sul, após uns 250 metros vire à direita num entroncamento com sinalização indicando a direção para as praias de Monte Clérigo e Arrifana. Siga a sinalização, subindo por essa estrada até encontrar um cruzamento. Volte à direita e siga por essa estrada que o leva à Praia do Monte Clérigo. 

 

Infraestruturas de Apoio: WC, chuveiros, parque de estacionamento, bares/restaurantes, telefones, posto de primeiros socorros. Praia Vigiada durante a época balnearia; rampa e escadas de acesso em madeira; acesso fácil para deficientes.

Monte Clérigo

Monte Clérigo

Monte Clérigo

Monte Clérigo

Monte Clérigo

Monte Clérigo

Monte Clérigo

Monte Clérigo

Monte Clérigo

Monte Clérigo

Monte Clérigo

Monte Clérigo

Monte Clérigo

Monte Clérigo

Monte Clérigo

Monte Clérigo

Monte Clérigo

Monte Clérigo

Monte Clérigo

Monte Clérigo

Monte Clérigo

Monte Clérigo

Visite também em Aljezur

 

Igreja da Misericórdia

Situada no centro histórico, esta igreja original do século XVI foi reconstruída no século XVIII após o terremoto de 1755. Ainda mantêm a sua porta renascentista.

Igreja Matriz de Nossa Senhora da Alva / Igreja Nova 

Esta igreja do século XVIII foi construída por ordem do Bispo do Algarve para substituir a igreja paroquial original que foi destruída no terremoto de 1755. No interior destaca-se a estátua de Nossa Senhora de Alva, padroeira de Aljezur, por detrás do altar-mor, a pia baptismal manuelina do século XVI e duas estátuas do século XVII nas capelas laterais, originárias do Mosteiro de Nossa Senhora do Desterro, em Monchique.


Museu Municipal

Situado no edifício da antiga câmara municipal do século XIX, este museu expõe obras de arte, vestígios arqueológicos descobertos na região e uma seção etnográfica contendo exemplares de alfaias agrícolas e uma reconstituição do interior de uma casa tradicional de Aljezur.


Ribât de Arrifana

Situada no topo das falésias da Ponta da Atalaia e com excelentes vistas panorâmicas sobre a costa, esta fortaleza mourisca do século XII é uma das maiores da Península Ibérica. Foi construída com fins defensivos e religiosos, e as escavações revelaram a existência de várias mesquitas, um minarete e um muro de orações na direção de Meca.
 

 

 

"Às vezes o que falta para alguém viajar é uma boa dica e uma boa história"

 

malaparadois - Dicas de Viagens & Lifestyle em um único site!

Curtam a Fanpage do malaparadois no facebook!